10 Dicas para montar sua vitrine – Parte 03

10 Dicas para montar sua vitrine – Parte 03


1 – Faça um bom planejamento de vitrine para potencializar as datas mais importantes para o seu comércio.
Se o orçamento é restrito saiba investir na época de maior demanda dos produtos, potencializando as vendas nestes momentos de consumo. Para cada atividade, veja seu relatório de vendas anual — ele é seu maior indicador para fazer este planejamento.

2 – Ofereça entretenimento, consultoria e atendimento de qualidade
As pessoas não precisam mais sair de casa para fazer compras, mas se ainda assim o fazem, é por que estão em busca de entretenimento e consultoria sobre o produto que pretendem comprar. Sendo assim, prepare o ambiente da sua loja. Permita que os clientes possam se sentir à vontade para experimentar os produtos, manusear uma amostra e conferir o modo de uso, para que assim possam efetuar a compra.

Disponha em sua vitrine essa possibilidade de um modo cativante do tipo, ” Ganhe uma amostra grátis” ou, “Teste nosso produto”.

3 – Temática aplicada de forma apropriada
Se você vai se utilizar de um tema para a sua vitrine, lembre-se de não permitir que a decoração de sobressaia ao produto. A decoração deve ficar sempre em segundo plano para que o produto possa ser visto. Também não é aconselhável encher a vitrine, essa prática dá a impressão de que a loja está desesperada por uma venda.

4-Vitrines de lojas iluminadas são mais atraentes
Uma iluminação adequada poderá atrair muitos clientes. Através da iluminação podemos criar todo tipo de ambiente, calmo, relaxante, vibrante ou acolhedor e isso faz com que o cliente se sinta bem. As luzes amarelas são acolhedoras, as brancas são vibrantes e, as relaxantes atuam de forma clara e menos potente.

Planeje focos de iluminação que valorizem os produtos na vitrine com luzes direcionadas ao produto por exemplo. Jamais permita lâmpadas queimadas ou faltando em nenhum ponto da sua loja.

5 – Renove a vitrine de sua loja sempre que possível
As vitrines de lojas mais atraentes são aquelas que a cada dia apresentam um produto diferente. Como os varejistas não podem calcular a frequência com que as pessoas trafegam em frente à sua vitrine, o ideal é torná-la nova todos os dias. Mas para que essa prática não se torne cansativa e pouco conveniente para os funcionários do estabelecimento, opte por trocar apenas um ou outro produto na vitrine diariamente.
Essa prática também favorece que a loja possa apresentar mais produtos ao público.

6 – Preço
O preço deve estar visível, mas jamais fixado na roupa/sapato. Numere as peças da vitrine e crie uma placa com a relação dos números e os respectivos valores dos produtos.

7 – Cores
As cores dão vida à vitrine, e por isso, são o fator mais importante para atrair o cliente. As cores escolhidas devem ser harmônicas entre si e o ideal é utilizar três cores na vitrine. Lembre-se:

– Tons vibrantes são para vitrines de verão e tons frios para o inverno;

– Vitrines masculinas têm cores mais clean (bege, branco e marinho)

– Vermelho é uma ótima opção para liquidações;

– Rosa e o azul são bons para lojas infantis;

– Cuidado com o amarelo, que apesar de chamativo e vibrante, tira o foco do cliente em relação ao produto.

8 – Simetria
Os objetos da vitrine devem ter forma e tamanho semelhantes e altura e distâncias similares.

9 – Elementos inusitados
Elementos diferentes também podem ser utilizados nas áreas de exposições. A música, por exemplo, por ser versátil, inspira cenários atrativos. Instrumentos musicais clássicos, de movimentos culturais como o punk e o rock ou mesmo da homenagem a um artista específico rendem ideias interessantes.

Dependendo do espírito da campanha, o uso de recursos relativos à música apresentam a possibilidade de obter vitrines impactantes que darão destaque a diferentes tipos de comércio.

Além da música, elementos suspensos são recursos interessantes e eficazes no momento de ambientar vitrines e interiores de loja. Eles ajudam a liberar o piso, instigam e propõem formas criativas de expor produtos.

O uso de escadas também é uma opção na hora de montar um cenário diferente. Práticas e baratas, elas podem ser utilizadas para expor produtos, servir de inspiração para a colocação de manequins, além de poderem ser repaginadas (com cores novas) para a próxima ideia.
10 – Texturas
Elementos com texturas também ajudam a compor um visual diferenciado para a vitrine e para o ambiente da loja. O aspecto macio, liso, rugoso ou brilhante de uma superfície ajuda a chamar a atenção do potencial comprador.

Vale ainda trabalhar com a criação de uma padronagem texturizada, por meio da repetição de um determinado elemento ou produto, criando um cenário diferenciado e atrativo.

Entre as opções de texturas, podem ser usados, por exemplo, tecidos, penas de travesseiro, bolas (coloridas, transparentes ou da mesma cor), móveis de diferentes materiais, elementos naturais, como troncos, pedras e folhas, ou recursos como grama artificial e paredes ou muros pintados.

Os elementos podem estar suspensos, afixados na parede ou mesmo no piso da vitrine, dependendo do tema e dos produtos que se quer evidenciar.

Fonte: Sebrae / Moda

(Visited 36 times, 1 visits today)